Seminário Regional do Norte de Apresentação do Guia
Práticas Recomendadas em Intervenção Precoce na Infância
Um Guia para Profissionais
28 de novembro de 2015

INTRODUÇÃO:

O presente seminário, organizado pela Associação Nacional de Intervenção Precoce (ANIP) em conjunto com a Subcomissão Regional do Norte do Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI), tem como principal objetivo a apresentação do manual “Práticas Recomendadas em Intervenção Precoce na Infância: um Guia para Profissionais” a todos os profissionais das ELI e outras pessoas interessadas na área da Intervenção Precoce na Infância, da região do Norte.

Tanto o seminário como o guia para profissionais foram concebidos no âmbito do “Projeto Im2 – Intervir Mais, Intervir Melhor”. Este é um projeto promovido pela ANIP, em estreita colaboração com o SNIPI, e apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, cujo objetivo fundamental é promover, ao nível nacional, práticas de qualidade em Intervenção Precoce na Infância. Para além da colaboração com o SNIPI, o Projeto Im2 envolve parcerias formais estabelecidas com a Universidade de Aveiro e a Associação Pais em Rede, uma Comissão Científica que integra vários especialistas na área da Intervenção Precoce na Infância, pertencentes a diversas Universidades portuguesas, e a consultoria da European Association on Early Childhood Intervention (EURLYAID) e da International Society on Early Intervention (ISEI). De entre as principais iniciativas deste Projeto, contempla-se a construção do Guia de Práticas Recomendadas em Intervenção Precoce na Infância e a realização de várias ações de formação em cada uma das 5 regiões do país, em torno das práticas recomendadas em IPI. Estas iniciativas têm como finalidade consolidar um quadro de referência comum que seja orientador para a atuação dos profissionais de IPI em Portugal.

O seminário da região norte é um dos 5 eventos regionais de apresentação do guia "Práticas Recomendadas em Intervenção Precoce na Infância: um Guia para Profissionais" e pretende suscitar a reflexão e o debate em torno das práticas em IPI.

Cremos que com estas iniciativas, disponibilizando aos profissionais uma filosofia de intervenção comum, baseada na evidência e que respeita as práticas recomendadas internacionalmente, estaremos a contribuir para aumentar a eficácia do trabalho junto das famílias e das crianças abrangidas pelo SNIPI e, assim, para a melhoria da qualidade da intervenção em IPI.

Comissão Organizadora:

Associação Nacional de Intervenção Precoce

Subcomissão Regional do Norte do Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância

Contactos:

ANIP
Departamento de Formação

239.483.288
formacao (@) anip.net

ANIP.net


Nota:

Em caso de dúvida deverá contactar:
formacao (@) anip.net

Programa

08h30 - Abertura do secretariado

09h30 - Sessão de Abertura

Marco Martins* (Presidente da Câmara Municipal de Gondomar), Luis Borges (Presidente ANIP), Ana Clara Birrento* (Presidente da Comissão de Coordenação do SNIPI), JÁlvaro Almeida* (Presidente do Conselho Diretivo da ARS do Norte) e José Alberto Moreira Duarte* (Diretor Geral dos Estabelecimentos Escolares)

10h15 - Apresentação do Projeto Im2

Leonor Carvalho (Coordenadora do Projeto Im2)

10h45 - Coffee-break

11h15 - Dimensions of Early Childhood Intervention: Promoting early development**

Rune J. Simeonsson (Professor e Investigador da Universidade da Carolina do Norte - Chapel Hill)

12h00 - Intervenção Precoce na Infância: Práticas Recomendadas

À conversa com: Ana Luísa Ferreira (Educadora titular de grupo), Ana Teresa Ferronha (Fisioterapeuta), Isabel Novais (Educadora IPI), Joana Castro (mãe), Teresa Baldaque (Psicóloga), Sara Figueiredo (Pediatra), Susana Sá Martins (mãe).

Moderadora: Ana Isabel Mota Pinto (Universidade do Porto)

12h30 - Debate

13h00 - Almoço

14h30 - Práticas Recomendadas no Processo de Intervenção: A abordagem centrada na Família

> Apresentação do Guia de Práticas Recomendadas

  • Definições e caraterísticas da Abordagem Centrada na Família
  • Como se implementa uma abordagem centrada na família: A equipa transdisciplinar, a qualidade técnica e as práticas participativas e relacionais
  • O poder da família na intervenção
  • Supervisão em IPI: colaboração, regularidade e reflexividade

Ana Serrano (Universidade do Minho), Catarina Grande (Universidade do Porto); Isabel Chaves de Almeida e Isabel Felgueiras (Equipa Operacional do Projeto Im2), Júlia Serpa Pimentel (Associação PeR)

17h30 - Debate

18h00 - Final dos trabalhos

* a confirmar

** a comunicação será feita em inglês, sem tradução simultânea